rentabilizar-um-terreno

12 ideias para rentabilizar um terreno

Tal como qualquer investimento no mercado imobiliário, também é possível rentabilizar um terreno. Tudo irá depender do que decide fazer com ele. O investimento em terrenos pode assustar alguns potenciais compradores por acharem que será preciso um grande capital inicial para fazer com que este gere algum rendimento.

No entanto, isso não é necessariamente verdade. Um terreno é como uma tela em branco e, desde que respeite o Plano Diretor Municipal, pode investir tanto ou tão pouco dinheiro quanto quiser.

O que é o Plano Diretor Municipal?

Mesmo não tendo qualquer construção, não significa que é possível fazer tudo com um terreno. Deve sempre respeitar o Plano Diretor Municipal que pode consultar na Câmara Municipal. 

Antes de assinar o contrato de promessa de compra e venda, é importante que verifique a classificação do terreno em questão a nível municipal. Desta forma irá estar informado se pode ou não construir sobre o terreno que pretende comprar e a que outras condicionantes é que este pode estar sujeito.

O Plano Diretor Municipal (PDM) faz parte do Plano Municipal de Ordenamento do Território (PMOT). No PDM irá encontrar os seguintes documentos:

  • Regulamento: determina as regras aplicáveis ao uso, transformação e ocupação do solo;
  • Planta de ordenamento: mostra a organização do espaço atual no território municipal. É nesta planta que poderá perceber se o terreno que quer comprar está classificado como Solo Urbano ou Solo Rural. Caso esteja classificado como Solo Rural, isso não significa que não é possível construir sobre o mesmo, apenas que é preciso alguns procedimentos adicionais para executar obras de construção;
  • Planta de condicionantes: identifica todas as restrições a que o terreno está sujeito e que possa limitar o aproveitamento do mesmo.

rentabilizar-um-terreno-plano-diretor-municipal

12 ideias para rentabilizar um terreno

Muitas pessoas que optam por comprar um terreno, fazem-no com o objetivo de construir uma casa de raiz. No entanto, também é possível rentabilizar um terreno de forma a gerar um rendimento passivo, o que torna esta opção bastante atrativa para quem pretende começar a investir no mercado imobiliário.

De seguida damos-lhe algumas ideias que poderá aplicar. Algumas requerem mais investimento do que outras e mais construção ou manutenção do que outras. Por isso, é importante que comece por decidir quanto tempo pretende dedicar à rentabilização do terreno.

O uso e aplicação das ideias dadas neste artigo irão depender muito das características do terreno em si e da sua localização. A leitura deste artigo não dispensa a necessidade de um estudo de mercado para validar a sua viabilidade e, muitas destas ideias poderão estar sujeitas a pedidos de licenças para poderem ser postas em prática.

1. Arrendar o terreno: esta é talvez a opção mais fácil e talvez a mais óbvia. Assim, se não souber o que fazer com o terreno, poderá arrendá-lo a alguém que saiba;

2. Espaço de lazer: crie algum tipo de atividade no seu terreno e cobre às pessoas para o usarem. Podem ser atividades que exigem muito investimento inicial como uma pista de karts, ou menos investimento como uma arena de paintball;

3. Parque de campismo: esta ideia permite-lhe cobrar a campistas e proprietários de caravanas. Quanto maior o terreno, mais campistas poderá aceitar;

4. Parque de estacionamento: ao converter o seu terreno num parque de estacionamento público pago. É provável que esta ideia seja mais lucrativa com terrenos urbanos vazios visto que, muitas vezes, há escassez de estacionamento nas cidades;

5. Horta comunitária: esta ideia também poderá ser mais apropriada para terrenos urbanos vazios. Isto, porque há muitas pessoas que não têm um quintal e uma horta comunitária permite-lhes ceder um espaço para produzirem os seus próprios legumes;

rentabilizar-um-terreno-horta-comunitaria

6. Publicidade ao ar livre: se o seu terreno estiver ao lado da estrada ou em qualquer outro local estratégico, poderá colocar outdoors no terreno e cobrar a empresas que pretendem usá-los para exibirem os seus anúncios. Esse tipo de negócio pode gerar um rendimento passivo consistente por um longo período de tempo;

7. Produção de energia solar: a produção de energia solar requer espaço adequado à instalação de painéis solares. Por isso, se o seu terreno tiver as condições adequadas, pode optar por fazer esta instalação para a produção de energia. Não só é uma ideia lucrativa como irá estar a contribuir para a sustentabilidade do nossos planeta;

8. Mercado de agricultores: estes mercados são muitos conhecidos pela venda de produtos biológicos e frescos, diretamente dos agricultores para os consumidores finais. Assim, poderá dedicar o seu terreno a acolher este tipo de mercado, cedendo o espaço aos agricultores;

9. Local de filmagens: as produtoras de filmes e séries de televisão precisam de locais para gravar, sejam eles fechados, onde é possível criar uma grande variedade de cenários, ou mesmo em locais abertos;

10. Creche canina: muitos tutores não gostam da ideia de deixar o seu cão em casa sozinho durante o dia e optam por contratar serviços de creche canina. Desta forma, o seu cão tem a oportunidade de passar o dia ao ar livre e a brincar com outros cães. Tudo o que é preciso é um terreno livre e cercado, alguém que tenha experiência com cães e possa mediar e controlar as interacções entre eles. Pode até oferecer o serviço de transporte, dado que tenha uma carrinha devidamente equipada para o efeito;

11. Espaço de armazenamento: há muitas pessoas que não dispõem de espaço suficiente para alguns dos seus pertences e procuram opções e armazenamento. Este espaço pode tanto ser ao ar livre (para guardar máquinas agrícolas, por exemplo), ou pode construir um armazém simples e ceder o espaço de armazenamento coberto de forma a criar um rendimento passivo;

12. Arrendar o terreno para festivais: dependendo da localização e tamanho do seu terreno, pode haver alguma organização de eventos de festivais que tenha interesse em arrendar o seu terreno para organizar um festival como o Vodafone Paredes de Coura ou o NOS Alive.

Conclusão

Opções não faltam para rentabilizar um terreno, basta dar asas à imaginação. Na verdade, o maior desafio será escolher uma ideia dentro de tantas que existem. O mais importante é que seja sempre feita a verificação do Plano Diretor Municipal para garantir que respeita a planta de ordenamento municipal.

Após essa verificação só precisa de definir o orçamento que terá para investir no terreno em si para desenvolver alguma atividade, e o quão envolvido vai querer estar na manutenção da finalidade do terreno.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.