casa-inteligente

7 dicas para tornar a sua casa inteligente

A Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT, em inglês) permite a comunicação entre diferentes dispositivos e sensores a um centro de controlo ou hub. Este hub pode ser controlado por voz ou através de um smartphone e permite criar um sistema automatizado, tornando assim qualquer casa inteligente. 

Existem imensas automatizações que podem criar, permitindo dar asas à sua imaginação. Parece algo do futuro mas as casas inteligentes são cada vez mais uma realidade do presente. Para além de ajudarem a simplificar as nossas vidas, esta tecnologia também permite uma maior poupança energética.

Apesar de parecer um sistema difícil de implementar, tornar a sua casa inteligente é algo bem mais fácil e barato do que parece. Claro que há opções para todos os gostos e carteiras mas existem já muitas opções no mercado para qualquer orçamento. Conheça algumas dicas que o ajudarão a tornar a sua casa inteligente.

1. Boa cobertura de internet em toda a casa

Como foi referido anteriormente, numa casa inteligente os diferentes dispositivos comunicam entre si e são controlados por um hub. Mas, para que esta comunicação seja feita sem recorrer a fios, é imprescindível que haja uma boa cobertura e velocidade de internet em toda a casa ou, pelo menos, nas zonas onde estes dispositivos se encontram.

Por isso, antes de começar a implementar qualquer tipo de sistema de automatização na sua casa, este é o primeiro passo e o mais importante, o de garantir que tem um bom serviço de internet.

2. Escolha o seu sistema doméstico inteligente

Outro passo essencial é o de escolher o sistema doméstico inteligente que irá ser o hub que ligará todos os dispositivos na sua casa inteligente. Estes sistemas também são muitas vezes chamados de assistentes virtuais e os 3 mais comuns são:

  • Google Assistant criado pelo Google;
  • Alexa criada pela Amazon;
  • Siri criada pela Apple.

Estes assistentes virtuais permitem, não só a ligação entre os diferentes dispositivos, como também que a interação entre eles seja controlada por voz.

No entanto, ainda existem alguns dispositivos inteligentes (como os eletrodomésticos) que ainda não funcionam com estes assistentes virtuais. Por isso, se quiser usar algum dispositivo com esta limitação terá de adquirir um sistema com controlo por infravermelho.

Estes não permitem o controlo por voz e o seu funcionamento não envolve inteligência artificial como os assistentes virtuais. Mas são complementares aos assistentes virtuais. Ou seja, o comando poderá ser dado ao assistente virtual que irá codificar a acção que pretende para este sistema de controlo por infravermelho que irá enviar este comando ao dispositivo em questão.

casa-inteligente-sistema-domestico

3. Iluminação inteligente

É verdade que uma única lâmpada inteligente é mais cara do que uma lâmpada normal. No entanto, esta também permite poupar energia e irá durar mais tempo. Estas lâmpadas permitem diminuir ou aumentar a luminosidade usando o seu smartphone ou controlo por voz. Pode até ligar e desligar luzes em qualquer divisão à distância, sem precisar de se aproximar de um interruptor.

Pode também definir temporizadores, escolhendo quando quer que as luzes se acendam ou apaguem. Também existem algumas lâmpadas mais sofisticadas que usam o GPS do seu smartphone para saber quando é que entra ou sai de uma divisão para que nunca se esqueça de apagar as luzes.

Para instalar interruptores inteligentes precisa de trocar os que tem atualmente. No entanto, este não é um passo obrigatório para ter uma iluminação inteligente. Para isso precisa apenas de utilizar lâmpadas inteligentes que são instaladas da mesma forma como trocaria qualquer outra lâmpada.

4. Sistema de climatização inteligente

O sistema de climatização inteligente funciona com os mesmos princípios da iluminação inteligente. Neste sistema, os termostatos inteligentes permitem regular o seu ar condicionado e sistema de aquecimento sem que seja preciso qualquer acção da sua parte para além de definir a temperatura que quer que esteja na sua casa.

Pode até programar este sistema para funcionar apenas quando está alguém em casa, maximizando o conforto térmico de todos, ao mesmo tempo que não incorre em gastos desnecessários de eletricidade a aquecer ou arrefecer uma casa vazia.

Este pode parecer um sistema bastante dispendioso de implementar. No entanto, é possível encontrar termostatos inteligentes no mercado a partir de 50€ e que sejam compatíveis com os seus equipamentos de climatização atuais.

5. Tomadas inteligentes

Os aparelhos em stand-by continuam a consumir energia, mesmo que não estejam a ser utilizados. Para além disto, é difícil saber ao certo quais são os dispositivos que consomem mais eletricidade. É, acima de tudo, nestes dois pontos que as tomadas inteligentes ajudam a baixar a sua fatura de eletricidade.

As tomadas inteligentes desligam automaticamente todos os aparelhos em stand by e alguns até permitem monitorizar a quantidade de energia utilizada em cada uma para que possa tomar decisões mais conscientes no que toca ao seu consumo energético.

Usar este sistema também irá permitir que desligue as tomadas que não estão a ser utilizadas a partir de qualquer lugar, apenas com o uso do seu smartphone. Poderá optar por instalar tomadas inteligentes ou pode simplesmente adquirir adaptadores que encontra facilmente em qualquer loja de informática.

casa-inteligente-eletrodomesticos

6. Sistema de segurança inteligente

No que toca a sistemas de segurança inteligentes, aquele que tem vindo a ganhar mais popularidade têm sido as câmaras de vigilância. Pode optar por adquirir um sistema completo ou uma câmara única para instalar num ponto-chave da sua casa.

A grande maioria destas câmaras têm visão noturna e muitas também possuem um sistema de detecção de movimentos ou sons que envia um alerta para o seu smartphone caso esteja fora de casa. Algumas câmaras podem até ser ajustadas para ignorar o movimento de animais de estimação ou de folhas a cair para que receba o alerta apenas na eventualidade de uma ameaça real.

Outro sistema de segurança comum são as fechaduras inteligentes. O modo de funcionamento pode variar. Algumas abrem apenas por autenticação e aproximação do smartphone à fechadura, outras com uso de um cartão e outras com um código de acesso.

7. Eletrodomésticos inteligentes

Hoje em dia, todos os eletrodomésticos e dispositivos eletrónicos têm uma versão inteligente. Desde frigoríficos, a máquinas de lavar roupa e fornos. Comece por aqueles que já precisam de ser trocados ou que têm um maior consumo de eletricidade.

Ao equipar a sua casa com eletrodomésticos inteligentes, as possibilidades de automatização são quase infinitas. Pode optar por programar a lavagem da roupa para uma determinada hora, controlar o frigorífico, a aspiração da casa, etc.

Alguns frigoríficos inteligentes possuem um sistema que irá simplificar o processo de armazenamento e gestão de produtos alimentares na sua casa. Isto porque recorrem ao uso de sensores que conseguem ler que produtos estão armazenados bem como a marca, data de validade e quantidade. Esta informação é apresentada num ecrã na porta e poderá facilitar as suas idas às compras.

No entanto, o aparelho doméstico inteligente mais popular são os aspiradores inteligentes. Estes podem ter sensores que os ajudam a aprender a planta da sua casa para que não falhem um centímetro. Pode também controlá-los através do seu smartphone e programá-los para limpar certas divisões em determinados horários.

Conclusão

Para tornar a sua casa inteligente não precisa de implementar todas estas sugestões de uma vez, até porque isso requer um elevado investimento da sua parte. No entanto, comece por alterar um elemento de cada vez, começando porque aquele que terá um maior impacto na sua rotina, tornando-a mais prática e económica.

Verá que ter uma casa inteligente é mais barato do que parece e, a longo prazo, até o ajudará a poupar. Comece por substituir algum eletrodoméstico ou aparelho que esteja a chegar ao final da sua vida útil e troque-o por um produto inteligente.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.