construcao-em-lsf

Construção em LSF: uma nova tendência na construção?

Com o desenvolver das tecnologias em todas as indústrias, também os métodos usados na construção estão sempre a evoluir. Um método de construção inovador que começa a ganhar maior expressão em Portugal é a construção em LSF.

Ao contrário do que acontecia há algumas décadas atrás, já não dependemos exclusivamente da disponibilidade dos materiais locais e métodos tradicionais.

Hoje em dia há um vasto catálogo de técnicas e materiais disponíveis para a indústria da construção. Isto possibilita, para além de uma maior liberdade criativa, uma velocidade de construção muito superior à conseguida até aos dias de hoje.

O que é a construção em LSF?

LSF é a sigla que representa a expressão inglesa “Light Steel Frame” que, em português significa estrutura de aço leve. Tal como o próprio nome indica, este método de construção tem como base a utilização do aço como principal material estrutural.

O aço utilizado neste método é fabricado por moldagem de chapa com baixa espessura, enformada a frio, o que lhe confere a característica de leveza que também está indicada no próprio nome.

Enquanto que as estruturas de construção utilizadas habitualmente até agora são constituídas por ferro e betão, o LSF utiliza estruturas completamente constituídas por aço. Cada uma destas estruturas é enformada por quinagem ou perfilagem a frio e unida por parafusos. Após este processo é-lhes dado o nome de “perfis”. Estes perfis são posteriormente revestidos interna e externamente.

Para além da leveza do material utilizado, o termo “light” refere-se também ao facto de a leveza da estrutura metálica resultar em construções de baixo peso.

construcao-em-lsf-o-que-e

Quais as vantagens deste método?

Nos métodos de construção convencional, a segurança da estrutura é assegurada por barras de ferro que se encontram inseridas em pilares de cimento. Já no método de construção em LSF, essa segurança é dada pelo aço galvanizado nos perfis mencionados há pouco e em vigas.

A estrutura utilizada no método de construção em LSF dispensa o uso de cimento, sendo mais leve e isto também a torna mais resistente a terramotos. Isto porque as paredes exteriores acabam por actuar como estrutura da construção e ajudam a distribuir todo o peso das placas e andares que faz com que o risco de quebras e fracturas seja menor.

As construções em LSF podem também produzir construções com bom desempenho no isolamento térmico e acústico. Tudo depende dos materiais utilizados no revestimentos interno e externo dos perfis de aço. Idealmente, deverão ser usados materiais de enchimento como o poliestireno expandido, gesso laminado ou lã mineral.

O método LSF também torna os prazos de construção mais curtos, não só graças à leveza do material utilizado mas também graças aos sistemas de fixação rápida que eliminam os tempos de secagem do cimento. Para além disto, as argamassas de secagem rápida e a facilidade de inserção de tubagens também contribuem para reduzir o tempo de construção.

O aço é conhecimento pela sua resistência, o que faz com que este tipo de construção não seja tão vulnerável a fungos ou outros tipos de organismos incluindo mofo ou bolores. Assim, as construções em LSF não necessitam de grandes manutenções ao longo da sua vida útil.

Finalmente, uma grande vantagem deste tipo de construção é a sua sustentabilidade. A grande maioria dos materiais utilizados são recicláveis e, comparativamente com métodos mais tradicionais, a sua fabricação e montagem também implica menores emissões de CO2.

construcao-em-lsf-vantagens

Quais as desvantagens?

Qualquer método de construção tem desvantagens e isso não é excepção para o método de construção em LSF. As maiores desvantagens que este método apresenta são:

  • Não é aconselhável para a construção de edifícios com mais do que dois pisos uma vez que isso poderá comprometer a estabilidade da estrutra;
  • É necessária mão-de-obra especializada e qualificada para pôr este método em prática. O método LSF deve ser minuciosamente planeado uma vez que não há espaço para erros e estes poderão acabar por pesar muito no orçamento final;
  • Para que haja um bom isolamento térmico precisa, ainda mais do que outros métodos convencionais, de usar caixilharia e vidro mais eficientes, o que poderá contribuir para o aumento do custo deste tipo de construção;
  • É preciso ter em atenção o número de vãos a abrir uma vez que estes poderão pôr em causa a distribuição das forças na estrutura da construção;
  • O aço é susceptível à corrosão. No entanto, este problema pode ser caso haja o uso de anticorrosivos apropriados para o ambiente onde a construção estará inserida.

Conclusão

Tal como qualquer método de construção, o método de construção em LSF tem as suas vantagens e desvantagens. Apesar de ser um método de construção mais rápido e mais leve, este não é indicado para todos os tipos de construção pelo que cada caso deve ser cuidadosamente analisado por profissionais experientes.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.